Aqui no refúgio das nossas paredes e secretárias inundadas de papéis somos apreciadores de uma boa dose de crossover frenético! Faz já algum tempo que nos deparámos com os INSANITY ALERT com o seu EP “Second Opinion” (2013), mas agora que estão ligados à Empire Records e que o novo ano trará também um longa-duração para a banda austríaca, disparámos algumas questões na direcção de Innsbruck e o vocalista Heavy Kevy tratou de nos responder a tudo…

insanity alert gourmet

MeB: Viva pessoal! Que tal estão as coisas na bela cidade de Innsbruck? Disfrutaram do período Natalício com um cenário branco completo ou não são muito dados a esse tipo de festividades?

Heavy Kevy [HK]: Yo! Está tudo bem por aqui, mas ainda estamos à espera que comece o Inverno! O Natal não teve nada de branco, mas teve cerveja, comida e algumas boas festas. No dia 30 de Dezembro tocámos na nossa cidade-natal com Hobbs Angel Of Death, por isso, dissemos adeus a 2013 de uma forma thrash!

Vamos começar por apresentar os membros de INSANITY ALERT e o que fazem, para além de tocar nesta banda! Siga!

[HK]: Na bateria temos o lendário Don Klemensch Machine Melanzani, na guitarra está o senhor Dave Of Death. Temos um novo baixista chamado Moosi, o meu nome é Heavy Kevy e eu canto um pouco, danço, grito e faço mosh!

O que é que vos levou à cena thrash/crossover? Foi a atitude geral de não haver regras ou nem pressão ou o facto de ouvirem muitas bandas desse género?

[HK]: Quando começámos, em 2011, o resto do pessoal estava a tocar numa banda chamada Indyus, uma banda death-thrash, parecida com Sepultura/Metallica antigos. Desde que me lembro que sou um puto do punk-rock, por isso, quando começámos a tocar e a passar tempo juntos, o thrash/crossover foi o nosso ponto comum! Tem tudo a haver com divertimento e poderes fazer o que quiseres. Então, fumávamos erva e ouvíamos tudo o que fosse rápido e barulhento: Slayer, Municipal Waste, Ramones, Motorhead, Bones Brigade, Poison Idea, Gang Green, SOD, Toxic Holocaust, etc., etc.! E agora temos uma banda!

Assinaram recentemente com a Empire Records! Como é que os vossos caminhos se cruzaram? Sentem-se ansiosos com este novo passo?

[KH]: Bom, eu sou holandês e a Empire Records é belga, e nós já tocámos algumas vezes nos Países Baixos, como no Speedfest, por exemplo! Nós tentamos tocar o máximo que conseguimos com os INSANITY ALERT, não apenas na Austria, mas em todo o lado! Então, tivemos oportunidade de tocar com os Evil Invaders e eles estão na Empire Records. Acho que o Tony (Empire Records) também gostou dos videos que temos no YouTube e como ele andava à procura de uma banda crossover para a editora… Conhecemo-lo à mais ou menos um mês atrás e naquele momento apenas selámos o acordo com um aperto de mãos!
Estamos super excitados com isto, porque tudo aquilo que ele editou até agora parece e soa tão altamente! Agora cabe a nós fazermos um album do cacete!

insanity alert 001

Para além do lançamento de um album em 2014, que outros grandes projectos podemos esperar de vós no futuro próximo? O que é que vocês estão a planear com o pessoal da Empire Recs?

[HK]: Bom, o Tony mencionou algo de fazermos um split com os Toxic Shock, uma banda thrash-core muito boa da Bélgica! E nós só queremos dar concertos porreiros! Este ano, vamos poder tocar com Toxic Holocaust, Exhumed, SSS e Dr Living Dead! Que mais pode um thrasher desejar?

O que é que podemos contar ouvir no disco de estreia? Tem algum tipo de linhas para seguir? Alguma ideia que possam partilhar connosco?

[HK]: Vai ser rápido, barulhento e curto! Basicamente, queremos agarrar no som dos nossos EP’s anteriores e melhorá-lo! Em termos de letras, quero tornar tudo ainda mais estranho e louco! Tantos tópicos, tantas ideias! Queremos levar as coisas ao limite e ultrapassá-las! Estamos a trabalhar em temas como ‘Weedgrinder’, ‘Macaroni Maniac’, ‘The Claw Of All That Is Evil’ e ‘Blunt In / Blunt Out’!

Fala-nos acerca do EP “Second Opinion” (lançado em Fevereiro de 2013)! Parece haver ali uma temática comum: o título do disco, temas como ‘Strength of the Insane’, ‘The Infected Zone’ e ‘March of the Mentally Ill’! De onde é que veio esta loucura toda? Foi um disco divertido de fazer?

[HK]: Foi altamente fazer esse disco! O mundo está louco lá fora e nós queremos providenciar uma banda-sonora! Eu adoro filmes sobre zombies e cenas apocalípticas! Para além disso, eu gosto de fumar erva, por isso as minhas letras às vezes tornam-se estranhas e loucas! Mas eu acho que encaixam bem na música! No final de tudo, estamos super orgulhosos de “Second Opinion” porque nos orientou um monte de concertos e o pessoal parece gostar da música!

Tiveram uma boa resposta por parte do pessoal? Quero dizer, esse disco soa muito bem e parece demonstrar a vossa força e energia de uma forma muito melhor do que a demo “First Diagnosis”…

[HK]: O disco foi muito bem recebido, um pouco por todo o mundo. Tivemos boas reviews e conseguimos mesmo vender algumas cópias! Também nos fez compreender que conseguimos realmente fazer qualquer coisa como INSANITY ALERT! Estes tipos são alguns dos melhores músicos com quem já toquei e são também muito bons amigos! Esperemos que possamos continuar a thrashar durante muitos anos!

Bom, vocês citam-nos como os vossos interesses, por isso, tenho que vos perguntar: de onde vem a melhor erva? Qual é a melhor cerveja que já provaram? E por que equipas de futebol é que vocês torcem?

[HK]: Não me interessa o que os outros dizem, a melhor erva vem da Holanda! No que diz respeito à cerveja, posso apenas falar por mim, que sou um peso-leve no que toca a beber. Os outros tipos, Melanzani e Dave, gostam de coisas da República Checa e da Bélgica, mas eu fico-me por cervejas que se bebem bem, como a Heineken, Corona ou Kronenbourg! Em termos de futebol, todos nós adoramos o FC Barcelona! O Klemi é adepto do FC Wacker Innsbruck e eu ainda sinto o Sparta Rotterdam! Infelizmente as duas equipas não têm andado lá muito bem nos últimos anos. Torcemos também pelas selecções da Austria e da Holanda! Holanda Campeã do Mundo em 2014!!!

Para além de seguirem o futebol, certamente haverá algumas bandas que vocês acham que andam a fazer grandes sons! Bandas com as quais partilharam o palco e que nós, cegos e surdos como sabemos ser, ainda não sabemos de nada! O que é que têm andado a ouvir recentemente?

[HK]: Tivemos o enorme prazer de partilhar o palco com tantas bandas porreiras aqui na Europa! Menção para Evil Invaders, Toxic Schock, Striking Death (Bélgica), Vitamin X, The Shining, GFR e Nuclear Devastation (Holanda), Triumphant e Kaschorros Wichiados (Austria) e todos os outros de que nos esquecemos!

E é isto, pessoal! Muito obrigado pelo vosso tempo! Alguma palavara final para os nossos leitores? Um desejo final ou comentário? Estejam à vontade…

[HK]: Muito obrigado por esta entrevista e pelo interesse na nossa banda! Continuem a thrashar e apoiem o underground local! Ah, e sintam-se à vontade para fazer download gratuito dos nossos discos no nosso Bandcamp: http://insanityalert.bandcamp.com! PAZ & THRASH!

https://www.facebook.com/insanityalert
http://insanityalert.bigcartel.com/
https://twitter.com/insanityalert