# CRÂNULA - paralaxe [2013]

CRÂNULA – paralaxe
(independente – 2013)
www.facebook.com/cranula

Tal como costuma acontecer com muitos dos bons projectos de música extrema por esse mundo fora, os brasileiros CRÂNULA nasceram sem qualquer tipo de constrangimentos ou imposições, apenas um par de amigos com a intenção de criar música com base em influências extremas, do death metal ao grindcore, com passagem pela sujidade do crust mais agressivo.

Actualmente, a formação compreende quatro elementos, desde a entrada de Caio Augusttus (Desalmado) para a posição de vocalista e, bem depois disso, a adição de Estevam Romera (também dos Desalmado) para a segunda guitarra, acrescentando peso a uma máquina de agressão, que vai dispensando a necessidade de um baixista, mas que ainda assim debita valor acrescentado na dimensão do seu ataque.

“Paralaxe” foi o EP de estreia e em 5 temas cronometrados abaixo dos dez minutos, esta banda de São Paulo não deixa dúvidas acerca do seu método de trabalho. Investidas furiosas cantadas em português com a raiva própria de quem sente o sangue ferver enquanto dispara títulos como ‘Sepultado Vivo’, ‘Inimigo Íntimo’ ou ‘Sociofobia’, por vezes abrindo as portas a saudáveis doses de tempero Napalm Death, outras vezes correndo corredores reminiscentes de João Gordo nos seus dias de maior raiva! Em linhas gerais, é uma dose sonora de canhão!

[análise e texto: Rui Marujo]

Anúncios