(pt+eng) # TOLUCA - memoria [2014]

TOLUCA – memoria
(independente – 2014)
www.facebook.com/tolucaband

Assim que o primeiro tema começa a rodar e temos a oportunidade de começar a entrar no ambiente dos russos TOLUCA, começa também a entrar em nós uma sensação de perturbação que nos chega directamente deste cruzamento entre o negro do black metal e o depressivo estender do post-hardcore ou screamo, como lhe queiram chamar. Assim se anuncia este quarteto de Moscovo em “Memoria”, o seu longa-duração de estreia, que sucede a “Act I”, um EP lançado em 2012, precisamente o ano em que esta banda foi formada.

“Memoria” oferece-nos sete temas em que esta dicotomia sonora se vai propagando e envolvendo cada minuto e cada passagem. Se por um lado temos fúria e agressividade, por outro temos também passagens calmas e momentos contemplativos, elementos acústicos e muita melodia pelo meio. Todos os temas são cantados em russo, pelo que não me apercebo dos seus conteúdos mas, pelo dramatismo na entrega de Dima (voz) e por toda a base musical em que ele vai depositando estas letras, os TOLUCA certamente não escrevem sobre campos em flor e dias de sol com os amigos.

O tom deste disco mantém-se do início ao fim e não existem grandes variações, para além das presenças já referidas e de um constante manto negro que vai cobrindo cada destes momentos. Mesmo nas alturas com maior força ou presença, se preferirem, a figura depressiva nunca desaparece por completo do quadro. Música forte, melódica, mas triste.

[análise e texto: Rui Marujo]