- # BESTA – John Carpenter (2014)

BESTA
John Carpenter
(Raging Planet / 2014)
https://www.facebook.com/bestagrind

Os discos conceptuais estão presentes na cena musical desde há décadas a esta parte e, apesar de serem mais comuns entre as bandas que praticam géneros mais técnicos e progressivos, não é de estranhar que se vão encontrando alguns lançamentos semelhantes entre as vertentes musicais mais extremas. Este é o caso com “John Carpenter”, um disco cujos temas são totalmente inspirados pelo realizador norte-americano e pelo seu extenso currículo, especialmente no que toca a filmes de terror/thriller.

No que diz respeito a BESTA, por esta altura o seu próprio percurso já não é propriamente desconhecido da maior parte das pessoas que procuram preencher alguns dos seus minutos diários com música agressiva. Juntando e misturando elementos de grindcore, crust, punk e death metal, este alter-ego dos membros de We Are The Damned destila aqui treze temas inspirados em algumas das obras mais emblemáticas do mestre Carpenter. Escolhendo as versões em português, encontram-se aqui títulos como ‘A Cidade dos Malditos’, ‘A Biblia de Satanás’, Assalto à 13ª Esquadra’ ou ‘O Príncipe das Trevas’. A música de impacto directo que os BESTA professam parece encaixar que nem uma luva em títulos como estes e o que não faltam nestes temas são colisões entre blastbeats e ritmos rápidos suportando o debitar raivoso da voz de Rick Chain. A excepção faz-se com ‘O Regresso do Mal’, que quase se pode descrever como um apontamento doom, no meio de tanta velocidade furiosa.

A própria banda observa como John Carpenter tem contribuído e influenciado as suas vidas e, nesse contexto, esta foi a forma ao seu alcance de lhe prestar tributo. Um tributo furioso e energético que condiz perfeitamente bem com o tipo de reacções que muitos dos filmes de Carpenter ainda nos provocam hoje em dia.

[análise e texto: Rui Marujo]