MORDE ESSA BOLACHA zine

"melhor do que matar gaivotas com um tijolo"

review | SHADE EMPIRE – Poetry Of The Ill-Minded (2017)

SHADE EMPIRE
Poetry of the Ill-Minded
(Candlelight / Spinefarm Records / 2017)

Se uma coisa pode ser dita acerca dos SHADE EMPIRE, é que estes Finlandeses não se envergonham no que toca ao dramatismo. Não estou a referir-me àquele dramatismo que envolve temas lentos e arrastados, letras que conseguem abordar todos os problemas que afectam o ser-humano desde a antiguidade ou aquela serenidade que encarna toda a tristeza alguma vez foi sentida por alguém a deambular por um cemitério. Nada disso.

“Poetry of the Ill-Minded” é um disco que vem pejado de dramatismo cinematográfico e, à imagem de um thriller bem escrito, também traz consigo algumas surpresas no seu argumento, nomeadamente o facto de nos empurrar um pouco para o território sonoro do Black Metal Sinfónico ou, se quiserem fazer um cálculo mental com mais variáveis, imaginem uma explosão sónica entre Children Of Bodom, Dimmu Borgir, a banda sonora de um épico de aventuras e com o Miles Davis a aparecer de vez em quando, a solar, como se aquele trompete sempre estivesse associado a momentos como estes.

Não se preocupem. Por incrível que vos possa parecer, não vão estranhar assim tanto. Podem ser levados pelo factor surpresa, que acabei agora mesmo de arruinar, mas certamente vão chegar à conclusão que tendo em conta a propensão que os SHADE EMPIRE têm para criar diversos momentos musicalmente cinematográficos, todos aqueles solos e ambientes criados pelo som daquele instrumento de sopro acabam por fazer todo o sentido, para além de soarem extremamente bem. Ouçam o final de “Treasure (In liquid dreams of mirror universe)”, o tema que encerra o disco, e atrevam-se a dizer que aquilo não poderia estar incluído na banda sonora de um thriller policial dos anos setenta.

Um tema que coise: “Wanderer” é o segundo tema deste disco e, de certa forma, resume perfeitamente bem o ambiente geral de “Poetry of the Ill-Minded”, pois consegue incluir um pouco de tudo o que se consegue encontrar nestes sete temas. Seja pelo seu setup firme e tradicional, passando pela melodia, os enfeites sinfónicos, os diferentes tempos ou a inclusão do famigerado trompete, este talvez seja o tema que melhor ilustra aquilo que os SHADE EMPIRE resolveram oferecer com o seu quinto álbum. [08/10] RM

https://www.facebook.com/shadeempireband/
https://www.facebook.com/candlelightrecords/
https://www.facebook.com/spinefarm/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Informação

This entry was posted on Dezembro 6, 2017 by in REVIEWS and tagged , , , .

Navegação